O diretor Christopher Nolan [ de Memento] viu um filme norueguês chamado Insomnia [1997] e resolveu refaze-lo. Mesmo não tendo visto o filme original, posso ousar dizer que a versão de Nolan está excelente. Adaptado da Noruega para o Alaska, Insomnia é um trillher policial, que traz Al Pacino e Robin Williams em atuações impressionantes.
Will Dormer [Al Pacino] é um policial famoso em Los Angeles, que está envolvido numa investigação do Internal Affairs e corre o risco de ter sua carreira destruída. Seu partner [Martin Donovan] está sendo pressionado também. Eles são enviados ao Alaska, para ajudar na investigação da morte de uma adolescente [ e afasta-los do buxixo em L.A.].
Durante uma perseguição, Dormer mata seu partner [e nem ele sabe com certeza se foi um acidente ou não]. O assassino da adolescente [ Robin Williams], que eles perseguiam no momento do acidente, assiste a cena em que Dormer atira no seu companheiro e passa a chantagia-lo. Os dias de verão no Alaska com vinte e quatro horas de luz do sol, juntam-se aos problemas de consciência do policial, que não consegue mais dormir. Durante o processo de investigação da morte da garota e da morte do parceiro, com a pressão do assassino e a investigação paralela da policial local [Hilary Swank], Dormer entra num estado hipnótico e parece que tudo o que ele faz – no seu estilo de policial corrupto de cidade grande – só faz a situação piorar mais e mais.
Os críticos estão aclamando a performance de Al Pacino e ele realmente abafa! E Robin Williams, que estamos acostumados a ver em papéis de bonzinhos e/ou palhaços, também está ótimo. O seu personagem – um escritor medíocre e manipulativo, que tem um relacionamento com a menina de dezessete anos e a mata quando ela ri dele – está mesmo de dar enjôos de nojo.

3 thoughts on “Insomnia

  1. Querida Fer e querido Moa
    Nooooosssa! Agora sou eu que digo: um filme que tem o diretor de Memento, tem o Al Pacino, e até mesmo Hilary, já é pranão se perder.
    Agora com essa descrição de nojo (hahaha, diga se quando escreveu não pensou em mim? hoho) está imperdível, deve ser um cena clímax não?
    E, quem sabe sabe…claro, né? com uma resenha dessas…Tem Oscar pra resenhadora?
    uhuuuuu!
    beijos
    meglyn

  2. Não vejo a hora de ver esse filme. Quando li sobre ele, o roteiro e tantos elogios, fiquei logo curioso. Agora então, se você gostou, eu tenho certeza de que vou gostar! Quando será que chega por aqui?
    Agora estou aguardando a estréia (ainda) de Kate & Leopold, com o gostosão do Hugh Jackman e música do Stingão!! :^)))

Comments are closed.