Vendo tv na tarde de ontem, por causa do calor infernal que assolou o norte da Califórnia e nos prendeu em casa, encontrei o antídoto para o [falso] moralismo de Unfaithful.
Falling in Love – um filme romântico de 1984, com a Meryl Streep e o Robert de Niro. Um filme sobre a paixão, sem sexo, sem cenas tórridas, sem visual sofisticado.
Streep e de Niro são duas pessoas comuns que vivem nos suburbios de New York, ambos casados, ambos felizes, com suas vidinhas normais, até que se esbarram numa livraria fazendo compras para o Natal e acidentalmente trocam os presentes. Meses depois eles se encontram no trem e passam – relutantemente no início – a se encontrarem e sentarem juntos nessas pequenas viagens. Desse relacionamento estranho, nasce uma paixão. De Niro e Streep estão ótimos, vivendo pessoas comuns, que sabe lá por que razão acabaram atraidos um pelo outro.
O filme é dos anos 80, mas isso não desculpa a cafonice dos figurinos. A cada cena Meryl Streep aparece com uma roupa mais horrorilda que a outra. A culpa não é da década, pois Nine 1/2 Weeks de 1986, me ajuda a argumentar neste ponto. Acho que o propósito do diretor de Falling in Love [Ulu Grosbard ] foi deixar os personagens parecendo com gente comum e não modelos de revista de moda, como Adrian Lyne faz com Nine 1/2 Weeks e Unfaithful.
Bom, com Falling in Love está provado que se pode ser infiel, até sem fazer sexo e sem ter cara e pose de quem saiu de um anúncio de vodka. Apenas gente comum, se apaixonando.

4 thoughts on “Falling in Love

  1. Oi… a trilha sonora desse filme (Falling in love) nao tem uma versao de “California Dreamin'”?
    Voce sabe quem fez essa versão?
    Obrigado.

  2. O filme e realmente maravilhoso nao so pelo texto mas tambem pelo brilho de Meryl e o charme de Deniro. Concordo e um filme lindo sem apelo sexual apenas mostrando o amor, que acontece sem avisar. Eu admito q no inicio so assisti o filme por causa da Meryl mas acabei amando o filme

  3. Esse filme é mesmo muito lindo, muito romântico. Os dois estão maravilhosos e é um bom exemplo de que o De Niro pode ser encantador e não apenas assustador. Concordo com o figurino feio, mas o restante é bem bonito, não?
    Sua definição é perfeita: antídoto para Infidelidade!

  4. Oi Fer!
    “Falling in Love” é um bom filme, como vc disse, sobre gente e não modelos de anúncio de Vodka. E depois dele, criou-se a fama que a Brentano’s é um bom lugar para paquera. A livraria agradece até hoje.
    Beijocas,

Comments are closed.