Dawson’s Creek e o (não) fim das séries televisivas

Eu me lembro de ter acompanhado inúmeras séries de televisão. Acho que todo mundo que gosta de cinema, de um jeito ou de outro, gosta também de ver televisão. E eu acompanhava quase todas: As Panteras, Casal 20, O Incrível Hulk, Batman (aquela antigona!), O Homem de Seis Milhões de Dólares, A Mulher Biônica, SOS Malibu (Baywatch traduzido!!), Melrose Place, Barrados no Baile… até as mais recentes: Mad About You, Friends etc. A novíssima Smallville e por aí vai. Sem falar em Sex in the City que é DEZ! Só não consigo me lembrar de nenhuma que eu tenha assistido do primeiro ao último episódio, durante seis anos, igual a Dawson’s Creek .
No início era a paisagem, o cenário, o clima de romance adolescente e aquela angústia típica de uma fase da vida de todo mundo em que um pequeno gesto pode estragar a sua vida ou redefinir toda uma existência. Eu adorei acompanhar as vidas de Dawson, Joey, Pacey e Jen durante todo esse tempo. Na segunda temporada chegou o Jack que, a princípio, roubou a Joey do Dawson e eu fiquei com uma pulga atrás da orelha: porque esse cara tá namorando ela? Ele não tem cara de quem tá afim dela de verdade. Até que um dia ele se declara gay para o pai e para toda a cidadezinha de Capeside, onde vivem.
Deste episódio em diante, Dawson’s Creek virou, para mim, Jack’s Creek e eu ficava meio entediado quando ele não aparecia, ao mesmo tempo em que vibrava a cada pequena conquista sua e sofria com suas desilusões e frustrações. No final da série, segunda-feira passada para quem acompanha no Brasil, Jack é quem se sai melhor na história. Ele fica com o irmão do Pacey, o xerife de Capeside! O bonitão Dylan Neal que interpreta Doug Witter, sempre foi “acusado” pelo irmão mais novo Pacey de ser gay. E sempre negou. No final não só ele acaba saindo do armário como forma a mais nova família da cidade, junto com o Jack e a filha bebêzinha da Jen.

623_24_115.jpg

Ah, esqueci de dizer que a Jen morre no último episódio e a choradeira é ENORME!! Todos os meus amigos ODIARAM o final da série porque o Dawson não fica com a Joey e sim com o Pacey. Mas principalmente por causa do dramalhão da morte da Jen. Eu também não gostei muito dessa parte, mas pelo menos serviu para um propósito maior que era fazer o Jack feliz e impulsionar o Doug a sair do armário e viver com ele.
Por isso acho que as séries estão mudando, cada vez melhores, e eu, bem noveleiro de Sony Entertainment Television, NÃO vou deixar de acompanhar as novidades. Agora já estou engajado em acompanhar AS IF, uma série inglesa, com um formato bem diferente e elementos gays também.

9 thoughts on “Dawson’s Creek e o (não) fim das séries televisivas

  1. gostei muito do final da serie e torci loucamente pelo pacey e a joey .
    O dawson estava muito chato muito confuso.
    O pacey era meu personagen favorito.

  2. gostei muito do final da serie e torci loucamente pelo pacey e a joey .
    O dawson estava muito chato muito confuso.
    O pacey era meu personagen favorito.

  3. bom eu gosto muito d Dawson Creek ..o final pra mim foi inesperado pois eu pensei q a Joe ia ficar com o Dawson mas ela acabou escolhendo o Pacey…nossa foi uma surpresa e tanto pra mim mas eu gostei e valeu a pena assistir Dawson Creek.
    beijinhos Camila

  4. Eu sempre achei Dawnson muito dramático e chato, e olha que a série foi bem na minha adolescencia. Agora, se a série não me cativou ao longo dos seis anos, o ultimo capitulo deixou-me apaixonada! Foi o unico que gostei, chorei com a Jen, e torci pra XAROPE da joey ficar com o pacey. Até brinquei dizendo que só gostei´pq acabou, ehehehe. Mas dei meu braço a torcer.

  5. Eu sou muito fã de séries tb! Teve um ano que eu tinha que ver (ou deixar gravando) pelo menos 3 séries por dia na Sony. Adorava “Dawson’s” mas no último ano já não acompanhava tanto porque passava no mesmo horário que “24 horas” (que é ótima e eu sou viciada tb!). Achei o máximo que a Joey termina com o Pacey, só um doido para torcer pelo chato do Dawson! E fui às lagrimas com a morte da Jen… achei um pouco apelativo…
    bjs
    Mari

  6. Acabei de ver o final de Dawson’s Creek (mais uma vez!), e fazia um BOM tempo que não via, mas antes era viciada. O final realmente não foi como eu esperava (e também não podia esperar muito depois de tanto tempo sem assistir), mas até hoje não entendo quem fim levou a Andy, irmã do Jack. Depois do episódio do ecstasy ela saiu e nunca mais falaram sobre o assunto, pelo menos não nos episódios que eu assisti. Você, que acompanhou a série todos esse anos, sabe o que aconteceu com ela?

  7. Moa!!
    Que bom ler voce novamente aqui no nosso Cinefilia! :-)))))
    Eu ja fui ‘perseguidora’ de series tambem. Vi quase todas as antigas que voce citou. Mas hoje perdi o rumo. Nao sigo mais nada. Vez e nunca pego um Will & Grace ou aquele Everybody Loves Raymond…. Nem sei que que anda quente na teve daqui, porque nao acompanho.
    Dawson’s Creek fez sucesso, mas eu vi UM capitulo [influenciada por voce] e achei que nao era a minha praia [ou melhor, riacho! hehe].
    Eu gosto de ver tevê, mas perdi esse entusiasmo por sxeries. Quem sabe um dia eu recupere, neh?
    BeijaOO! 🙂

Comments are closed.