Hugh Jackman – um clássico

Quando eu vejo filmes modernos eu fico sempre imaginando se quando eu tiver uns 60 ou 70 anos eu irei ver esses mesmos filmes com os olhos que hoje vejo os filmes das décadas de 30, 40, 50. Fico pensando se eles serão considerados clássicos ou não. Talvez Meg Ryan seja no futuro o modelo clássico de atriz de comédias românticas, do jeito que Audrey Hepburn foi nos anos 60 e Katharine Hepburn foi nos anos 30.
No caso dos atores eu até já tinha feito uma listinha há um tempo atrás dos paralelos entre os “teen idols” do final dos anos 50, início dos 60 e hoje. Naquela época tinhamos os deliciosos Tab Hunter, John Derek e Troy Donahue. Nenhum deles chegou a fazer real sucesso ou provar que eram atores de verdade. Hoje temos Paul Walker, Freddie Prinze Jr e Johnathon Schaech. Todos muito bonitos e interessantes, mas sem nenhum grande papel que pudesse comprovar seus possíveis talentos além dos “dotes visuais”.

schaech.jpg
[Agora: Johnathon Schaech Antes: Tab Hunter]

Há entretanto um outro caso: Hugh Jackman. Jackman já estreou em grande estilo, com um personagem complexo e bem explorado nos dois filmes da série X-Men. Seu Wolverine é uma das melhores coisas dos dois filmes, que têm outras tantas qualidades. Mas Jackman não ficou só nos heróis de ação. Assim como Cary Grant, William Holden ou Robert Mitchum, Hugh Jackman vai da ação à comédia romântica mostrando incrível versatilidade e carisma. Em “Someone Like You” e “Kate & Leopold” (esse último, não por acaso, co-estrelado por Meg Ryan), Jackman exala charme e sedução e seu timing para a comédia é perfeito.

1219_41.jpg

Só falta agora um papel dramático para vermos se ele passa do nível Cary Grant para o nível Paul Newman (que eu considero melhor que os todos os que citei até agora). Como ainda não deu pra perceber se Hugh Jackman vai conseguir tal façanha eu digo que ele é o William Holden dos dias de hoje, mas logo, logo poderá passar a ser o Gary Cooper ou o Henry Fonda atual. Enquanto isso a gente vai aproveitando momentos “saborosos” como esse de “Swordfish”:

jackman1.jpg

Aliás, quem topa me ajudar a fazer uma lista de “correspondências”? Antes James Stewart, agora Tom Hanks. Antes Grace Kelly, agora Sharon Stone. Vou trabalhar na minha lista e depois coloco aqui.

6 thoughts on “Hugh Jackman – um clássico

  1. O caso é o seguinte; Eu adoro de paixão o HUGH JACKMAN, e gostaria que todas as notícias sobre ele você colocasse no seu site ou mandassem para mim no meu e-mail…Por Favor!!! você não tem idéia do que o HUGH significa para mim…
    Desde já muito obrigada. Estou aguardando resposta.
    Bjos!!! Cristina *_*

  2. ai, jizuis! que foto eh essa, ohmaigod! 🙂 eu te contei que a revista EW elegeu o Hugh o cara com mais IT do ano 2003? E fez um ensaio fotografico com ele encarnando Cary Grant, Paul Newman e Jack Nicholson!! U-LA-LA! 🙂 Vou te mandar essa revista…. :-))))
    bjus!

Comments are closed.