Tentando achar algo legal pra ver na tevê, vou navegando com o controle remoto. Passo de um canal para o outro desanimada.
Vejo a última meia hora do primeiro Planet of the Apes, de 1968, com o Charlton Heston numa atuação exagerada e bem machona. Eu adoro a cena final, na praia, quando ele descobre que nunca saiu do planeta terra. Zap!
Num outro canal, um documentário sobre Dario Argento, com um monte de italianos falando inglês macarrônico. Zap rápido!
Passo para um filme muito bad ass, chamado Badge of the Assassin, com a Pam Grier fazendo uma mulher de bandido muito má e o James Woods um policial justo e vingador. Zap rápidão!
Outra vez o Butterflies are Free, com a Goldie Hawn tão bobinha e fofinha e o bonitão Edward Albert no papel do rapaz cego. Locação em San Francisco que vale a reprise, mas não hoje. Zap!
Bugsy com Warren Beatty e Annette Bening. Sem saco. Zap!
Um filme indiano de bandidagem muito do bagaceiro, que nem quis saber o título. Zap ultra-rapidíssimo!
A situação fica realmente difícil quando me deparo com um western chamado Cheyenne, com o MC Hammer e um índio anão nos papéis principais! Glup! Estou no fundo do poço! Não dá pra piorar! Zap ultra-super-ligeiro!
Já estou quase apertando o botão vermelho quando vejo o fofíssimo filme francês Amelie começando! U-láá-lá! Trés jolie! Finalmente um filme assistível! Foi até às duas da manhã.
Depois começou Fast Times at Ridgemont High, que não dava pra deixar passar também. Sean Penn totalmente maluco beleza e eu acordada até as quatro da matina. Mas valeu…..!!

One thought on “telenavegando

  1. Eu também faço dessas, fico zapeando e vendo besteiras até os olhos arderem de sono!!
    Bugsy é um pé no saco, né? ô filminho ruim!!
    Butterflies are Free eu vi uma única vez, há AAANNNOOOOOOSSSS atrás e nem lembro direito. Queria tanto ver de novo… não passa por aqui, que eu saiba. Adoro Goldie!

Comments are closed.