e eu ainda insisto

Todo ano eu fico irritada, reclamo das injustiças [na minha opinião], acho os vestidos feios, as caras falsas, os discursos piegas. Mas ontem, a festa do Oscar bateu o recorde da chatice. Nunca assisti a uma entrega de prêmios tão monótona, previsível e chata. Minha bunda ficou quadrada e meu bom humor foi pras cucuias.
Comecei a assistir a chegada dos artistas e os comentários dementes da Joan Rivers às três da tarde, quando começou a cobertura do red carpet. Fui pulando de canais – Style, E! e ABC. Notei que todos os repórteres entrevistavam as mesmas pessoas e faziam as mesmas perguntas. A coitada da Sofia Coppola já não tinha mais o que responder – “como você está se sentindo por ser a primeira mulher americana a ser indicada para o prêmio de melhor diretor?” Ahhhhh!
Bom, pra não dizer que detestei tudo, admito que gostei da cantoria e das piadinhas corretas do Billy Crystal. Eu acho que ele é o melhor apresentador para o Oscar, pois tem todo o estilo pra essa festa. Também gostei da homenagem ao Blake Edwards, a música que o Jack Black e Will Ferrell cantaram sobre os discursos de agradecimento, o Oscar de Melhor Roteiro para a Sofia Coppola e o Oscar de Melhor Ator para o Sean Penn [apesar de ter sido uma premiação previsível]. O resto foi aquela mesma pataquada de sempre….. nunca bocejei e me mexi tanto na cadeira, como neste Oscar 2004.
Adorei a cantoria do Black e Ferrell, porque os discursos de agradecimento do Oscar [e de qualquer outro prêmio] são de uma chatice incomensurável…. Repararam quantas declarações de amor às “beautiful wives” foram feitas ontem à noite?
E só pra não deixar o meu momento style court passar em branco:
horrorosas da noite: Uma Thurman, Renée Zellweger [sempre deselegante..] e Samantha Morton.
elegantes e bonitas da noite: Jennifer Garner, Charlize Theron, Naomi Watts e Scarlett Johansson.
O resto não cheirou, nem fedeu.

14 thoughts on “e eu ainda insisto

  1. Não consegui terminar de ver o Oscar porque voltava de um mega Carnaval na praia, quase oito noites sem dormir… Mas deu pra ver o Blake Edwards merecidamente roubar a cena. O cara é um dos meus heróis.

  2. Hugo, existe uma coisa que eu valorizo e que se chama liberdade de opiniao e expressao. Se eu nao gostei do Titanic e do Lord of The Rings, eh meu direito expressar minha opiniao. Se eu achei o Oscar chato, eu posso escrever que nao gostei. Se temos opiniao diferentes, paciencia. Mas respeito a sua e vou continuar assistindo ao Oscar – circo ou nao – ate quando eu achar que nao quero mais. E vou continuar escrevendo o que eu penso. Titanic – Bleargh! 🙂

  3. Cara, acho engraçado hj todo mundo ficar metendo o pau em TITANIC. Mas o filme tem seus méritos e cumpriu até bem a sua proposta.
    E pra mim o Oscar foi diversão. Se pra vc não vem sendo, era melhor nem assistir não?? A não ser que vc seja sadomasoquista…hehehe

  4. Concordo, Hugo! Eu tambem revejo filmes [como Annie Hall] zilhoes de vezes e continuo adorando e dando risada, me divertindo.
    Mas no caso de um show, como o Oscar, ficar dando premio pra um so filme eh um pouco tedioso, nao?
    Tivemos um repeteco do ano do Titanic…. Aquele filme chato, que levou todas. Isso nao eh diversao, eh tortura! 🙂
    bjao,

  5. Hugo, circo TEM que ser divertido e, principalmente, variado. O Oscar deste ano foi um tedio, como se voce fosse a um circo onde so tivesse um tipo de atracao – macacos na bicicletinha, por longas tres horas!! :-)))
    bjao,

  6. Eu achei que a Scarlett parecia ter 60 anos de idade com aquela maquiagem! Mas concordo com o resto.
    Eu tambem insisto, todo ano… Por que o Senhor dos Aneis tinha que ganhar tanto Oscar? Haja paciencia. Nao tenho nada contra esse filme, mas ele eh mais entretenimento do que arte.
    O Jack Black e o Will Ferrel estavam maravilhosos. Foi o melhor momento da noite.
    Tambem achei otimo o Sean Penn dando as costas pra Nicole Kidman.

Comments are closed.