batmanbynealadams.gif

A primeira revista em quadrinhos que ganhei na vida, pelo menos que eu me lembre, foi uma do Batman, editada pela EBAL (alguém lembra?). Os desenhos eram do fabuloso Neal Adams (meu predileto desde então). Depois de ter visto aquela famosa série de tv com o Adam West e o Burt Ward de Batman e Robin e a magnífica Julie Newmar de Catwoman, entrar no mundo dark do Batman em quadrinhos foi fácil, fácil. Eu até que gostava das palhaçadas da série televisiva, mas nada se comparava às dores que Bruce Wayne sentia nos quadrinhos. Eu me sentia o próprio.
Quando Tim Burton dirigiu Batman em 1989 (no aniversário de 50 anos do personagem) eu vi meu mundo de desenho se materializar na tela do cinema. Foi um delírio só. E depois, em Batman Returns, Burton me presenteou com a adorada Michelle Pfeiffer como Catwoman. Foi perfeito. Eu mal senti falta de Julie Newmar. Mas, Michael Keaton como Batman era duro de engolir. Val Kilmer foi melhor. George Clooney é bonitão, mas não me convenceu. Então agora estou esperando Christian Bale. Tenho certeza de que desta vez será definitivo.
Além de todo o lado dark (é o mínimo que se pode dizer dele) do personagem Bruce Wayne/Batman, eu sempre gostei do fato dele conseguir enxergar na Selina Kyle/Catwoman, um espelho de si próprio. Ela tende para o mal. Ele tende para o bem. Mas são apenas tendências. Volta e meia dá pra dar uma escorregada para o outro lado. Hehehe…
Hoje, browseando pela net, procurando trailers para ver no filhote, achei Catwoman com Halle Barry! O look é ótimo, o design do filme está super legal e o elenco inclui o gostosão Benjamin Bratt e Sharon Stone, que eu sempre achei que daria uma ótima vilã para esse tipo de filme. Mal posso esperar.

catwomanposter.gif

Do site oficial do filme, copiei essa sinopse:

Catwoman is the story of shy, sensitive artist Patience Philips (Halle Berry), a woman who can’t seem to stop apologizing for her own existence. She works as a graphic designer for Hedare Beauty, a mammoth cosmetics company on the verge of releasing a revolutionary anti-aging product. When Patience inadvertently happens upon a dark secret her employer is hiding, she finds herself in the middle of a corporate conspiracy. What happens next changes Patience forever. In a mystical twist of fate, she is transformed into a woman with the strength, speed, agility and ultra-keen senses of a cat. With her newfound prowess and feline intuition, Patience becomes Catwoman, a sleek and stealthy creature balancing on the thin line between good and bad. Like any wildcat, she’s dangerous, elusive and untamed. Her adventures are complicated by a burgeoning relationship with Tom Lone (Benjamin Bratt), a cop who has fallen for Patience but cannot shake his fascination with the mysterious Catwoman, who appears to be responsible for a string of crime sprees plaguing the city.

Gostei.

2 thoughts on “Batman & Catwoman

  1. não gostei do fato dela!!
    a mascara deveria sere diferente muinto diferernte.
    a roupa tambem ñ é apropriada e nem se fala nos sapatos abertos k ficam a matar mas a serio . é de morrer de tao mal k lhe fica

Comments are closed.