sessões corridas em 1976

Quando eu vi O Inquilino [The Tenant] no cinema em 1976, eu tinha quinze anos e uma personalidade mais do que impressionável. Entrei no cinema com um grupo de colegas de escola e não saí mais…. Fiquei para mais uma sessão e mais outra e voltei no dia seguinte, para ver o filme mais algumas vezes. Quase trinta anos se passaram e eu ainda tinha algumas cenas perfeitamente coladas na minha memória. Outro dia resolvi pegar o filme do Roman Polanski na Netflix. Ontem ele chegou pelo correio e eu fiquei até um pouco nervosa…. Iria rever o filme que mais me impressionara em toda a minha vida! Senti medo, pois me lembrava muito bem das marcantes cenas de delirio e horror.
Revi O Inquilino……. Claro que não fiquei tão impressionada quanto da primeira vez que eu o vi, ainda com uma visão tão simplória do mundo. Mas não posso negar que esse filme do Polanski é um dos mais desconcertantes, perturbadores e obscuros que já vi na vida. A história é mórbida, o personagem vivido pelo Polanski é irritantemente bobalhão e os vizinhos do inquilino no prédio são uma verdadeira fauna felliniana. Shelley Winters, Isabelle Adjani e Melvyn Douglas estão ótimos no filme. Até hoje não me conformo com o fato de um apartamento não ter banheiro! E desta vez fiquei de olho nos figurinos, principalmente os casacos usados pela Adjani, para distrair um pouco da tensão de rever este filme tão marcante para mim!

3 thoughts on “sessões corridas em 1976

  1. Meg, fico com a primeira visao, que foi mais fresca, mais impressionavel e mais marcante. Mas o filme nao deixou de ter um impacto em mim, mesmo depois de tantos anos.
    Marfil, voce acredita que eu ja vi quase tudo [acho!] do Polanski, mas ainda nao arrumei coragem para ver o Pianista?
    beijos,

  2. Dizem, querida, que uma coisa é a visão, outra coisa é a revisão;-)
    Entre as duas, com qual você fica?
    Eu queria mesmo era ter oportunidade de ver outra vez.
    Beijos
    M.

  3. Aprendi a gostar de Polanski ano passado, até então tinha visto apenas “O Pianista”. Foi num Festival dele no Cinesesc…Vi vários…”Bebê de Rosemary”, “O Inquilino”, “Chinatown”…de fato, o cara é um gênio!

Comments are closed.