CINEMA = POESIA (um delírio febril)

h_f0.jpg

Acho que estou com febre. Sinto meu corpo queimar. E sei que o calor vem de dentro do meu corpo. Num febril delírio cinematográfico, vejo cenas de tal poesia que não consigo deixar de me emocionar com a magia do cinema e a minha capacidade de me sensibilizar com a beleza da mistura entre imagens e sons. Na tela da televisão vejo Anouk Aimée e Jean-Louis Tritignant se beijarem em preto e branco, às vezes fora de foco, às vezes num close muito próximo. Eles estão na cama e os cabelos dela estão no peito dele. Vejo um carro de corrida acelerar numa pista mas não ouço o rugir do motor. Como fundo para essas cenas, do carro e do casal na cama, uma suave música embala e dita o ritmo das imagens. Claude Lelouch, o diretor, é também o cameraman. Ele pega a câmera na mão e acompanha o carro que parte em alta velocidade. Seu olhar é o meu olhar. E na televisão nem é tão bonito quanto no cinema, pois no cinema a ilusão é completa. O que vemos na tela do cinema é uma projeção, uma sombra, uma ilusão. Não há nada diante de nós, apenas pontos refletidos numa tela. Se eu me levantar e ficar na frente da projeção, com uma camiseta branca, o filme ficará em mim. Na televisão pequenos pontos de luz montam a imagem que vemos. O monitor da televisão, assim como dos computadores, criam a imagem. A tela do cinema apenas reflete, aumenta e nos faz ver algo que não existe, de fato. Ilusão. Un Homme et Une Femme pode muito bem ser o filme mais bonito, poético e representativo da capacidade do cinema de criar ilusão e nos hipnotizar com o poder de suas imagens e música. A história não segue uma lógica racional e isso, associado à beleza de Anouk Aimée, à câmera de Claude Lelouch, à trilha sonora e à combinação de todos esses fatores me faz pensar que a lógica da história é o que menos importa. Me entrego às imagens, ao poder da ilusão. Hipnotizado, febril, penso que estou delirando. Não raciocíno. Não penso em nada. Só vejo beleza. Formas, cores suaves, neve, asfalto, olhos, vento, beijos, rodas.

h_f6.jpg
h_f8.jpg
h_f4.jpg
h_f10.jpg