Hoje meu dia se encerra às quatro e meia da tarde. Eu vou sentar no sofá provida de guloseimas e se alguém falar comigo, me telefonar, me escrever, vai ficar sem resposta. Vou estar ocupada, concentrada, roendo as unhas, xingando [com certeza!], rindo alto, vibrando, totalmente embasbacada, porque hoje é “O DIA”, denominação que o meu marido deu para esta noite especial, que me fascina e me absorve desde que eu tinha quinze anos. E ele já sabe que durante algumas horas ele está proíbido de fazer qualquer coisa que desvie meus olhos da tevê. Esse é o meu dia de dominar absoluta na sala de televisão. Não me pertubem, pois por mais de três horas eu não vou estar pra ninguém, não quero conversar, nem tirar a bunda do sofá… é que não posso perder um milésimo de segundo do melhor show do ano – a entrega do Oscar!

One thought on “um dia curto

  1. Ehê!
    assim é que se fala,
    Verei, lerei e repetirei esse post enquanto eu viver para ver o oscar.
    Lindo!!!!
    Viva Professor Doctor!
    kiss kiss

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *