Queridos cinéfilos & cinéfilas em busca de boas risadas e divertimento. Esqueçam do cinema cabeça. Mergulhem sem medo no mundo encantado de Hollywood. Mas detalhe: o mundo de Hollywood era MUITO mais divertido nos anos 30. Filmes dessa época, mesmo os de depois da sentença do código, são a looooooot of fuuuun!
Um deles é Shall We Dance de 1937, com os certinhos Fred Astaire e Ginger Rogers. Não vai ter a Ginger semi-nua na banheira falando gírias debochadas, nem um Fred machão de bigodinho fazendo insinuaçãoes sexuais, como em em outros filmes da mesma era. Mas tem dancas fantásticas, a Ginger com um vestido cheio de flores estilizadas que é de hipnotizar, o Fred com aquelas pernas palitos sapateando deliciosamente, numa comédia com uma história que nem interessa muito. Além das danças, o filme é recheado de clássicos do George Gershwin e dois coadjuvantes que são o fino da bossa da comédia. Edward Everett Horton, figura carimbadíssima de muitos filmes, e Eric Blore, um inglês do balacobaco. Eles quase roubam o filme de Ginger e Fred. São deles os melhores diálogos, pra se chorar de rir, como esse pelo telefone [tirado do IMDB] com Horton com aquele jeitão blasé e Blore totalmente hilário falando histéricamente, com aquele sotaque inglês e todo descabelado:
Jeffrey Baird [Edward Everett Horton]: [picks up phone] Hello?
Cecil Flintridge[Eric Blore]: Oh, hello, Jeffrey. Yes, are you there?
Jeffrey Baird: Of course I’m here.
Cecil Flintridge: Now don’t shout at me – I’m in jail.
Jeffrey Baird: Well, that’s all right; we don’t need you.
Cecil Flintridge: I’m in jail for battery, and I want you to get me out. I’m at the Susquehannah Street Jail . . . Susquehannah! Susquehannah – S-U-S-Q-U-Q! Q! You know, the thing you play billiards with . . . Billiards! B-I-L-L-
Policeman at Jail: What is this, a spelling bee?
Cecil Flintridge: Ahem. No, “L” for larynx. L-A-R-Y . . . N-No, not “M”, N! . . . “N” as in neighbor! Neighbor, N-E-I-G-H-B–B! B! Bzzz. Bzzz. You know, the stinging insect! Insect! I-N-S-S! S, for symbol. S-Y . . . Y! Y!
Jeffrey Baird: Well, why? Don’t ask me “why.”
Cecil Flintridge: Look, Jeffrey. I’m in jail. W-wait a minute. What jail did you say this was?
Policeman at Jail: Susquehannah Street Jail.
Cecil Flintridge: Thank you, indeed. Thank you very much. I’m in the Substi–The Subset-Jeffrey, listen closely . . . Do you know where the Oak Street Jail is? You do? Fine. I’ll have them transfer me there in the morning!

. . . . . . .
shallwedance.jpg

One thought on “Shall We Dance

  1. Hahahahaha!
    Eu vou transportar esse post, digo a foto e fazer uma remissiva para o diálogo
    Hahahahahah!
    You’re the top
    I’m just and only a sub rosa;-)
    Adorei
    Meguita Lee

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *