a lista dos [quase] esquecidos

Filmes que assisti e que nunca comentei:
No Cinema:
Kinky Boots – uma história tão clichê sobre o travesti que ajuda o caretão a superar seus problemas financeiros e seus preconceitos. Chiwetel Ejiofor fica uma mulher muito feia. Dá saudades das versões de Terence Stamp [Priscilla] e Gael Garcia Bernal [La Mala educación]
Factotum – tentar fazer o Matt Dillon ficar feio para viver Henry Chinaski, o alter-ego do Charles Bukowski, não convenceu. Embora Dillon e Lili Taylor estejam super bem no submundinho vagaba álcoolico paranóico, o filme é meio deprê.
Half NelsonRyan Gosling está ótimo despido da sua fantasia de principe encantado de filme água com açúcar, e interpretando um professor de ginásio de uma escola de periferia – onde os alunos são latinos e negros. Ele é um viciado em crack, tentando levar uma vida relativamente normal. Mas não é tão fácil quanto parece. Um belo filme, só não entendi o título.
Who Killed the Electric Car – documentário com um título bacana, mas passando a idéia de ser um completo tédio – a história do carro elétrico na Califórnia, implementação e declinio. Até que foi interessante, mas achei tudo um pouco maniqueísta. Mesmo assim valeu.
em DVD*:
A Good WomanHelen Hunt meio chupada fazendo uma vamp nos anos trinta. Scarlett Johansson como a jovem esposa sensual e bobona. Um filme meia boca.
Domino – A história de Domino Harvey, a filha rebelde, modelo, punk, caçadora de recompensas do ator Laurence Harvey. Fiquei incomodadíssima com a quantidade de violência. Keira Knightley faz carinhas e boquinhas de má. Mickey Rourke está assustador.
The Sisterhood of the Traveling Pants – filme bobinho pra chorar um pouquinho.
Breakfast on Pluto – fiquei exausta! Realmente! Mas valeu pelo figurino funky, com roupetas anos 70 usadas por Kitten, a personagem do Cillian Murphy.
Shopgirl – deu vontade de dar um soco “acorda, nega!” na cara da Claire Danes. E o Steve Martin não tem pinta nenhuma de cinquentão conquistador. Me deu deprê.
Of Human Bondage – vi na tevê, aluguei na Netflix e depois comprei o DVD, de tanto que gostei! Vou escrever sobre esse filme – sim, vou! Com fotos que vou capturar do DVD como o Moa faz. Uma obra-prima e Bette Davis está fantástica!
The Squid and the Whale – um filme muito legal, com interpretações ótimas e que me impressionou muito.
* a Netflix está tirando um lucro comigo, que pago vintão por mês e fico cinco meses com o mesmo filme.

4 thoughts on “a lista dos [quase] esquecidos

  1. Fer!!!!!! Óia eu aqui!! 😀
    Ryan Gosling já fez coisas mais sombrias. Aquele filme em que ele é judeu e neonazista é muito bom. “Stay” tb. Gosto dele. Talentoso e cute. 😀

  2. 1. Vc comprou Of Human Bondage? Que LEGAL!! :^))
    2. Matt Dillon nunca ficará FEIO. Impossível. ;^)
    3. Tô olhando para o Cinefilia com a maior atenção possível e não consigo notar a diferença. O que será??? Fiquei curioso!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *