Ingmar Bergman inibe Dick Cavett

Já vi muitos filmes do Ingmar Bergman, que considero bonitos, mas nunca realmente fui sua fã ou me interessei em conhecê-lo melhor – que mancada! Depois da programação de The Seventh Seal, que vi somente o final, veio a entrevista que Dick Cavett fez com ele em Estocolmo em 1971. Fiquei encantada com a elegância e a sabedoria desse homem, que falou com o seu “broken English” sobre a sua infância, seu interesse precoce por filmes, de como ficou doente, com febre, depois que viu seu primeiro filme – Black Beauty, que era a história de um cavalo. Ingmar Bergman fez Dick Cavett gaguejar e falar muita besteira. Cavett fez um monte de perguntas idiotas, como – se um ditador tomasse o poder na Suécia e obrigasse você a escolher entre cinema ou teatro, o que você escolheria? E pisou no tomate, trocando o nome do filme – Seal por Veil. E ainda deu uma bela sorvetada na testa quando disse – se eu não chamar voce de Ingrid Bergman, tudo ficará bem. What a dork! Mas Bergman tirou a entrevista de letra, e falou muita coisa legal, sobre seus filmes, seu relacionamente com os atores. Disse que aprendeu muito com Hitchcock, especialmente os primeiros filmes do diretor inglês. E de como segue o estilo dos filmes suecos da primeira década do século vinte, com takes de paisagens, e o relacionamento dos personagens com a terra, a natureza. A linda atriz Bibi Andersson participou de uma parte da entrevista, demostrando carinho e amizade pelo diretor, e provando que tudo o que ele disse sobre o seu relacionamento com os atores era mesmo verdade. Atriz e diretor concordaram sobre terem gostado imensamente de um filme americano – Five Easy Pieces, com Jack Nicholson, que é um filme com alguma coisa de bergmaniano, não?

bergmandirects.jpg

2 thoughts on “Ingmar Bergman inibe Dick Cavett

  1. Eu só sei, Fer, que ele batia bastante na outra sueca, que foi mulher dele.
    Fiz até um post no Sub Rosa.
    Sim, claro isso não desmerece o valor do Bergmana.
    Mas, tambéméle é considerado tão “monstro sagrado” e diz que não dá entrevista (pensei que ele podia falar mais hohoho) que o Dick Cavett, marcou um tento.
    Quanto à *dorkada* de confundir The Seeveth Veil, que é um belo filme com Patricia O’ Neal , a maravilhosa, justifica-se;-).
    Sáo faltou vc dizer a fonte da entrevista, ou eu doente dos olhinhos não vi;
    Mas Five Easy Pieces é genial.
    In my so humble opinion.
    P.S Fui reler hohoho, era 1971:-) então retiro tudo o que disse acima
    Beijos hahaha

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *