Jeanpigeasy.jpg

Foi a Meg que me contou a história da Jean Arthur em Shane, de como não queriam ela no papel da mulher do Van Heflin, porque ela estava muito velha. Mas o diretor George Stevens impôs e foi a melhor coisa que ele fez. Ela já era cinquentona, mas estava linda, linda, linda!! Um plus para o filme. Eu só vi Shane por causa dela, pois nao tenho aquela preferência por westerns.
No TCM daqui temos o Robert Osborne. Ele introduz e fala sobre fatos interessantes antes do filme começar, e depois volta no final e fala mais coisas e fatos interessantes. Meu marido chama o Osborne de “O Sabe Tudo do TCM” porque ele sabe tudo mesmo! É com ele que fico por dentro das gossips. Eu adoro a participação dele no Turner Classic Movies, pois assim tenho a oportunidade de ficar sabendo de mil detalhes cinéfilos, que de outra maneira eu teria que ler, pesquisar e tal.
Então foi com o Osborne fiquei sabendo que a Arthur era timidíssima e tinha desenvolvido “stage fright”, um problema muito comum entre atores. Era super doloroso e dificil pra ela atuar, por isso ela saiu do spotlight tao cedo, em 1948. Ela fez seus melhores filmes já nos seus late thirties, o que não era muito comum, acho que ainda nao é. Hollywood verera o frescor da juventude. No adorável The More The Merrier, ela ja tinha 43 anos e estava arrasantemente linda! Talento é tudo – take that, Hollywood!
Também fiquei sabendo pelo Osborne que no ultimo filme que ela fez antes do encore com Shane – A Foreign Affair de 1948 dirigido pelo Billy Wilder e com a Marlene Dietrich – ela foi dificilima para o Wilder, brigou com ele o tempo todo, dizia que ele estava favorecendo a Dietrich nas cenas e nos close-ups, terminou o filme, virou as costas e nunca mais apareceu em Hollywood. Nem viu o filme. Ela tinha um certo gênio. Mas ela está muito bem e engraçada em A Foreign Affair e continua linda, já quase cinquentona. Lógico que uma Marlene Dietrich intimida pacas e até entendo as paranóias e dificuldades da Jean Arthur, mas ela tem tanta personalidade que se sobressaí no filme, mesmo contracenando com a super sexy Dietrich.
Outro filme super legal com ela é o You Can’t Take it With You, onde ela contracena com Jimmy Stewart, que é um ator com quem eu me irrito muito. Esse filme estava no On Demand do TCM, onde você pode ver o filme na tv como se fosse um DVD – maravilhas da tv digital, e eu revi umas cinquenta vezes. Sou uma pessoa obsessiva!
Também gostei muito dela em The Talk of the Town , onde o Cary Grant quer roubar todas as cenas, mas com a Jean no páreo, ficou difícil. Se bem que em Only Angels Have Wings não teve pra ninguém e até Jean Arthur apagou, no dramalhão dos aviadores heróicos suícidas nos Andes. Cary Grant tomou o filme como refém. Não gostei muito desse, achei muito exagerado, mas vi até o final por causa da Arthur.
The Devil and Miss Jones também é um filme legal, nos modos de You Can’t Take it With You, engraçado e charmoso. Jean arrasando Atlantic City em chamas!
Agora estou com o DVD de um filme de 1930 chamado The Silver Horde, onde ela contracena com o Joel McCrea, que esta um pitéu, ai meus sais!!!. Ela tinha 31 anos, inacreditavelmente linda, e nem tinha deslanchado na carreira ainda. O filme é deveras estranho, o McCrea faz um empreendedor no Alaska. Ainda nao terminei de ver, mas ja revi algumas cenas.
Outros filmes que vi com Jean Arthur: Too Many Husbands, If You Could Only Cook, Mr. Dees Goes to Town e Mr. Smith Goes to Washington. Como ela iniciou a carreira em 1923 – e encerrou em 48, com um encore em 53 – ainda tenho muito filme dela para ver. Chega de escrever então e deixa eu ir correr pra tirar o atraso!

5 thoughts on “she is so lovely

  1. Aqui no Rio, que eu saiba, a NET não tem TCM, Meg. Também, pelo que eu entendi, você tem SKY e não NET, certo? Se eu tivesse TCM teria que parar de trabalhar pra ficar grudado frente à TV o dia todo. Hehehehe.
    Beijos

  2. Puxa, escrevi Jimmy Stuart,,, é Stewart… Me puxa a orelha quando eu errar. Que vergonha.
    Moa, vc tem o TCM?
    Essa semana é só da bette davis e Lana Turner.
    E fezoca, vc não disse de qual filme é essa pic,
    Tal como o Moa, acho que vou ter que gramar um bocadopara ver Jean Arthur.
    Beijos

  3. Fezoca, post nota MIL! Adorei. Você é A autoridade em Jean Arthur pra mim. Hehehehe. Fiquei até com inveja. ;^) E não sei como vou conseguir ver algum desses filmes por aqui, mas certamente vou prestar atenção pois fiquei bem curioso. Só vi “Shane”. Shame on me…
    Beijocas

  4. Fantástico, Fer! Adorei!
    Aposto que não há na Internet inteira num mesmo lugar tanta informação sobre ela.
    Agora me diz essa foto que adoro, é de qual filme?
    Sonre o Jimmy Stuart eu morro de rir, pois lembro daquele filme do Lubitsch em que ele mostra para Margareth Sullavan, as meias com prendedores… depois daquela cena, qualquer outra que eu veja, quebra o clima;-)
    Pronto já deu para fazer quase uma filmografia dela.
    Que pena, aqui no nosso TCM tem Robert Obsorne. Temos a Fer Osborne.
    Hoje tem um blockbuster com James Cagney: G-MEN
    Beijos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *