The More the Merrier

momerrier2.jpg moremerrier3.jpg
moremerrier4.jpg moremerrier1.jpg

Para quem, como eu, adorava o fofíssimo Walk, Don’t Run de 1966, com Cary Grant [último filme dele], Samantha Eggar e Jim Hutton [pai do Timothy], foi uma surpresa mais do que agradável descobrir que ele era um remake de um outro filme – um melhor ainda, mais divertido, mais fofo e com atores mais adoráveis.
Rapidinho se percebe as similaridades entre Walk, Don’t Run e The More the Merrier de 1943, com Charles Coburn divertidíssimo no papel do empresário que vai para Washington D.C. num período conturbado da Segunda Guerra, quando a cidade estava super lotada, com insuficiência de acomodações. Ele chega dois dias antes para uma reunião e o hotel não tem vagas, deixando-o literalmente de mala e cuia pelas ruas da cidade. Jean Arthur é a alma patriota que decide alugar um quarto do seu apartamento, para ajudar no déficite de moradias. Coburn aluga o quarto, e depois aluga metade dele para o singelão Joel McCrea.
Fiquei apaixonada por The More the Merrier. Já revi umas dez vezes, porque tudo é ótimo. Os diálogos são engraçados, Coburn está impagável, Arthur está linda e divertida, e McCrea está um pitéu, arrasando Paris em chamas! Ele cai de quatro por ela no minuto em que se cruzam no corredor do apartamento, depois de uma cena de desencontros muito bem orquestrada. A cena do primeiro beijo deles é a coisa mais fofa, charmosa e sexy que eu já vi nos últimos tempos. Move over starlets wanna-be, e aprendam como se faz, com Arthur e McCrea!

One thought on “The More the Merrier

  1. Como assim reviu mais de dez veses? É em DVD?
    Pois aqui temos um canal TMC que é só de filmes clássicos, antiquíssimos e nemprecisam ser cults.
    Mas DVD é melhor pois tem EXTRAS e ótimas features.
    Beijos
    M.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *