horton2.jpg
horton3.jpg
horton4.jpg horton5.jpg

Em The Gay Divorcee de 1934, uma das minhas cenas favoritas é um número musical que começa com a Betty Grable flertando descaradamente [ou melhor dizer, caçando] o coroa advogado rico Edward Everett Horton. Os dois cantam Let’s K-nock- K-nees e dançam. Horton, um excelente comediante e coadjuvante em inúmeros filmes dos anos 30 e 40, é um figuraça e nesse número ele canta e dança batendo joelhos com Grable e rodeado por um grupo de jovens banhistas. O grande detalhe cômico dessa sequência é o visual de praia mediterrânea de Horton com seu par de sandálias com meias. Reparem que todos os banhistas vestem sandálias com meias, mas Horton é o único que se sobressai. Os chiques balneários europeus na década de 30 tinham definitivamente um aspecto vivaz!

2 thoughts on “The Gay Divorcee

  1. Seu blog é bom demais. Vocês tem um gosto incrível e muito boas críticas.Recorro a vocês porque estou procurando por um filme e já esgotei outras possibilidades.
    Vocês já assistiram e/ou sabem o título do filme com a seguinte estória:
    o dono de uma grande empresa nos EUA (acho que é o John Wayne) é fascinado por estrelas cadentes e vive procurando lugares por onde elas vão passar. Descobre que está prevista uma chuva de, em uma data próxima, numa pequena cidade litorânea na Irlanda. Nesse mesmo tempo, dois amigos estão indo para esta cidadezinha, de carro, e atropelam um coelho. Não querendo deixá-lo na estrada, colocam-no no carro e seguem. Parece que o dono da empresa manda algum empregado àquela cidade para checar o momento oportuno para que ele vá para lá. Os amigos ficam em um hotel na cidade e acontece alguma coisa relacionada ao coelho.
    Bom, isto é tudo o que me lembro mas preciso deste filme.
    Agradeço desde já
    Ana Rezende

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *