Christopher Reeve in “Deathtrap”

deathtrap.jpg
Um dos atores mais bonitos e talentosos de Hollywood, Christopher Reeve começou sua carreira no teatro. Antes de fazer sucesso como Superman, Christopher atuou ao lado de Katharine Hepburn de quem permaneceu amigo. Um dos filmes dele que eu mais gosto, se não o melhor de todos, de fato, é Deathtrap, baseado na peça de Ira Levin, dirigido por Sidney Lumet, roteirizado por Jay Presson Allen (a mesma de Marnie) e co-estrelado por Michael Caine. Impossível dar errado com um time desses. Entretanto, o filme não foi um sucesso e hoje não se encontra em DVD no Brasil e nos EUA só existe uma versão full frame que eu, felizmente, consegui baixar outro dia.
Aqui abro um parênteses. Fazer downloads de filmes não é uma prática bem vista por mim. Eu não acho legal fazer isso. Mas a dificuldade em conseguir alguns filmes pelas vias “normais” é tão grande que eu não consigo resistir ao descobrir outros caminhos e ter acesso a pérolas como essa. Fecha parênteses.
Deathtrap é uma peça e como peça a ação fica confinada a uma casa. O cenário é lindo e perfeito para a história. Deve ser uma delícia assitir isso no teatro. Um escritor de peças de mistério acaba de lançar uma peça teatral que não faz sucesso. Sua mulher tem dinheiro de sobra e diz a ele que eles estão bem e que não deve se preocupar com nada. O sucesso voltará. Ele recebe uma peça de um jovem aspirante que fora seu aluno em um seminário sobre como escrever para o teatro. Acaba convidando o jovem aspirante a ir até a sua casa para trocarem idéias sobre a peça. Secretamente o escritor consagrado tinha adorado a peça do jovem aspirante e diz isso a sua esposa. Para ficar com a peça para si próprio e voltar a fazer sucesso ele MATA o jovem e o enterra no jardim, com ajuda da esposa, horrorizada com o que o marido acabara de fazer.
Bem, é claro que isso não é nem o final do primeiro ato pois muitas outras reviravoltas acontecem e os diálogos e os atores são tão bons que eu não consegui desgrudar os olhos da televisão, assim como tinha acontecido em 1982, quando vi o filme no cinema. Não me lembrava de muita coisa mas certamente o beijo entre Chris Reeve e Michael Caine nunca saiu da minha memória.
Pode parecer suspeito, até injusto, já que estamos falando de um ator oscarizado e tão experiente, mas pode ser pela personagem em si, ou pela, cá pra nós, espantosa presença do famoso Superman, mas o fato é que Chris Reeve consegue ofuscar Sir Michael Caine em todas as cenas (e eu nem sei se ele é “Sir” ou não, mas deve ser). Reeve tem uma performance com nuances e um brilho que em nenhum outro filme de sua carreira conseguiu mostrar tão bem. Nota dez pra ele!
chris_reeve_1.JPG

One thought on “Christopher Reeve in “Deathtrap”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *