How to Murder Your Wife, 1966

Um dos filmes que eu vi na “Sessão da Tarde”, quando eu era pré adolescente e que me deixou lembranças e saudades era daquele mesmo gênero de “Bonequinha de Luxo” e “Sortilégios de Amor” que já foram comentados aqui. Eu me lembrava pouca coisa além do fato do Jack Lemmon estar no filme e dele ser desenhista de tirinhas de jornal e que ele era casado com a Virna Lisi e que ela infernizava a vida dele de alguma forma e ele queria, então, se livrar dela, mesmo ela sendo ESTUPENDAMENTE linda.
Depois de algumas pesquisas ao incomparável Internet Movie Database (IMDb, que agora existe em português) descobri que o filme se chama How to Murder Your Wife e que ele foi dirigido em 1966 (o ano em que eu nasci) pelo Richard Quine o mesmo de Bell, Book & Candle e Paris When It Sizzles (outra Sessão da Tarde adorável com Audrey Hepburn).
O próximo passo foi fazer download do filme e me deliciar com as memórias que o tempo apagou mas deixou detalhes intactos como os desenhos da personagem de Jack Lemon, a beleza de Virna Lisi e o estilo de Richard Quine que mantém os closes nos olhos na hora do “amor à primeira vista” e a leveza da vida americana nos anos 50, em especial em New York, como se o mundo fosse de fato mágico e as pessoas se casassem com a primeira italiana que saísse de dentro de um bolo.
Acho que o que marcou o filme para mim foi o fato dele ser desenhista, de ter aquela mesa de desenhista que eu sonhei anos em ter, de transformar as situações da sua vida real em quadrinhos e a lembrança da estonteante Virna Lisi, que eu vi também em “A Tulipa Negra”, com o Alain Delon e, anos e anos e anos mais tarde, esteve magnífica em La Reigne Margot, completamente diferente e desglamourizada.

murder4.jpg murder3.jpg
murder6.jpg murder5.jpg

murder2.jpg
murder7.jpg

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *